Mostra: Resistência Cultural e as Novas Ordens Sociais desse começo de SÉC XXI

Coletivo Digital

Mostra: Resistência Cultural e as Novas Ordens Sociais desse começo de SÉC XXI

No mês de maio (2015), o Coletivo Digital começou as comemorações pelo ano em que completamos uma década de existência.

Uma das atividades de comemoração aconteceu em julho. Foi a Mostra: RESISTÊNCIA CULTURAL E AS NOVAS ORDENS SOCIAIS DESSE COMEÇO DE SÉCULO XXI.

Foram exibidos 3 DOCs e 1 FICÇÃO.

SOBRE CRIMES E CASTIGOS – IDADE PENAL (vídeo disponível nesse post)

“Sobre Crimes e Castigos — Idade Penal” faz parte do projeto documental “Sobre Crimes e Castigos”, e reúne as opiniões de grandes especialistas em segurança pública, operadores do Direito, estudiosos da criminalidade e representantes dos 3 Poderes do Estado sobre a proposta de redução da idade penal.

Ficha Técnica:
Roteiro e Direção: Marina Lima e Vini Andrade
Produção: Marina Lima
Fotografia e Som: Caio Palazzo e Fernanda Ligabue
Edição: Felipe Carrelli e Luiza Fagá
Animação e Finalização: Fernanda Ligabue
Design Gráfico: Amanda Justiniano.

CORAÇÃO DA FAVELA

Coração da favela é um documentário de curta metragem que aborda um movimento cultural promovido na comunidade do Morumbizinho, no Jardim Boa Vista, extremo oeste da capital paulistana. Mostra a transformação através da cultura e da arte, o poder que a poesia exerce sobre as crianças e a magia da fotografia e do cinema. Um bairro que, através de seus personagens e agentes culturais, busca se ressignificar, se mostrar diferente.

Ficha técnica:
Direção E Fotografia: Edgar Bueno
Imagens: Edgar Bueno, João Claudio Da Sena, Peu Pereira
Edição: Rafael Bispo
Produção: Coletivo Vie La En Close

EM JOGO

Os problemas estruturais e de saúde em regiões mais pobres, são notoriamente conhecidos. Wesley tem nove anos e é um dos 200 Mil habitantes da favela de Heliópolis. Mora com sua mãe, que adoeceu gravemente. A Copa do Mundo, sediada no Brasil, é um convite perfeito para a distração em meio a um contexto que evidencia as necessidades de investimentos na qualidade de vida da população. Na torcida pelo Brasil, de um lado está a vontade de vencer, do outro, a vida real em jogo.

Este filme foi desenvolvido e atuado pela comunidade e participantes da oficina de roteiro coordenada por Thays Berbe no Cine Favela – Heliópolis em 2014.

Ficha Técnica:
Direção: Thays Berbe
Fotografia: Filipe Campos
Cordenação de produção: Reginaldo de Túlio
Produção: Ingrid Felix
Produção artística: Donizete Bonfim e Liu Mr
Assistente de direção: Jesus santos
Direção de Arte: Yendi Pessoa
Som Direto: Aurilio Ângelo e Jonathan Sants
Assistentes de produçãoBeatriz jordan, Beatriz Soffiati, Laura Alvez
Elenco: Cauê Sampaio Kátia Reis
Participação especial: Donizete Bonfim Yendi Pessoa
Narração e trilha sonora: Ricardo Lazzetta
Realização: Cine Favela ONG Viração
Apoio Cultural: Bueno Filmes

REFUGIADOS

Quando as alternativas se esgotam e permanecer onde está se torna um risco à vida, fugir é uma esperança. Essa necessidade de proteger a própria pele trouxe para o Brasil boa parte dos mais de 7.000 refugiados que, atualmente, (sobre)vivem, trabalham e lutam para prevalecer o seu espaço dia após dia nesta terra de cultura tão distinta. São congoleses(as), nigerianos(as), haitianos(as), sírios(as) e tantos(as) outros(as) que veem o país como um território hospitaleiro e seguro, mas que peca na hora de providenciar a simples documentação oficial que permite a um refugiado ter uma vida quase normal e cidadã longe de casa. A demora na emissão da identidade e o desconhecimento dos brasileiros sobre os direitos básicos desses estrangeiros (os mesmos de qualquer nativo) acabam dificultando a sua vida e a sua rotina, que acaba ficando marcada por um quadro de vulnerabilidade social perante ao Estado e de discriminação da sociedade.

Ficha técnica:
Direção Colaborativa: Jornalistas Livres
Imagens: Edgar Bueno, Lina Marineli, Rodrigo Zaim, Bruna Arcangelo, Marcia Zoet, Adolfo Garroux
Produção: Oscar Neto, Laura Capriglione, Giovanna Consentini, Felipe Paiva
Montagem: Bruna Arcangelo

Coordenação e Curadoria: Cauê Procópio e Coletivo Digital